Street Style: The Vamps Concert

Olha novidade no blog ae gente: Agora Bee e Vica são contribuidoras por aqui! Em breve atualizaremos o layout e a bio pra vocês conhecerem um pouquinho mais sobre elas.

Bom, no último final de semana nós três partimos pra São Paulo para assistir ao show do The Vamps. Pra quem não conhece a banda, corre e vai logo ouvir as músicas! Claro que além do show, resolvemos chegar um pouco mais cedo para fotografar uma galera estilosa que esperava por lá para ver os meninos.

Processed with VSCO with hb1 preset
La Dath Crew!
Processed with VSCO with hb1 preset
Kathlen Alves – Musa, mara, lacrou. Foi meu look favorito.
Processed with VSCO with hb1 preset
Ian Leitte – Tattoos mais incríveis do dia, sim ou claro?
Processed with VSCO with hb1 preset
Fernanda Magalhães – Franja é só sucesso.
Processed with VSCO with hb1 preset
Nicolas Angelini – Moletom oversized quem ama? o/
Processed with VSCO with hb1 preset
Marcella Passarin – As botas bombaram por conta da chuvinha e do tempo frio
Processed with VSCO with hb1 preset
Jennyfer Laiana – E essas listras P&B meu amor eterno
Processed with VSCO with hb1 preset
Luccas Callejon – Camadas e mais camadas, maravilhoso.
Processed with VSCO with hb1 preset
Sofia Delgado – Na foto deu pra ver pouco mas ela tinha boxer braids com glitter dourado gente!
Processed with VSCO with hb1 preset
Guilherme de Souza – Essa camisa floral mara! Quem lembrou de Harry Styles?

Obrigada aos queridos que deixaram a gente fotografar, vocês são lindos. E obrigada São Paulo! Até a próxima!

Um papo sobre Genderless, Zara e C&A

Todo mundo provavelmente já ouviu falar do tal do Genderless. Se você ainda não ouviu, tá na hora de correr atrás porque o movimento promete vir com força total agora em 2016. O Genderless, ou Agender, se trata basicamente de roupas sem gênero previamente definido. São roupas que podem ser usadas por homens, mulheres e quem quiser.

Novidade não é, porque se voltarmos lá atrás quando Chanel colocou terninhos (que eram oficialmente trajes masculinos até então), para mulheres vestirem, já era meio que o início de um conceito Genderless.
A questão é que de uns tempos pra cá as discussões sobre liberdade de expressão, orientação sexual, religião… Liberdade no geral, estão sendo cada vez mais abordadas, o que é maravilhoso. Com isso estamos, teoricamente, caminhando rumo a um mundo melhor, mais igualitário e livre. Claro que esses comportamentos refletem imediatamente na moda e, para 2016 podemos já notar o boom do conceito. Racolife-Agender-by-Selfridges

Quando eu ainda estava morando em Londres, pude presenciar a criação da “coleção” Agender da Selfridges (maior e mais importante loja de departamentos da Inglaterra, ou seja, não é pouca coisa não!). Não era apenas uma coleção, eles falavam que era uma experiência de compra, onde você visitava um setor inteiro sem gênero. Foram vários estilistas convidados para participar da Agender da Selfridges e lembro que foi suuuper comentado por lá. Foi aí que comecei a prestar mais atenção nesse movimento. frameweb-faye-toogood-agender-selfridges-frame-magazine02-245968_slide Slide2

Aí no final do ano passado, a minha queridinha Melissa, anunciou dois modelos que virariam genderless, a Flox e a Grunge, vendendo agora até o número 44 para os fashionistas de plantão. De todas as coleções nessa linha, a da Melissa foi a que mais gostei no geral. Acho que por ser sapato e por se tratar de uma marca tão característica por ser feminina, me surpreendeu na decisão. Tenho visto bastante nas ruas, homens com esses modelos (principalmente a Flox) e dá um orgulhinho, sabem? <3 Apresentação1

Na última semana duas grandes marcas lançaram também suas coleções sem gênero: Zara e C&A, e devo dizer que aí sim fiquei bem surpresa.
Na minha concepção, a ideia do genderless é ser uma moda sem gênero, mas uma roupa de atitude que, independente da modelagem, estampa ou cor, desperte o desejo e dê vontade de qualquer pessoa usar.
A coleção que a Zara apresentou veio só com peças totalmente básicas e lisas. É, veio sim sem gênero, mas também sem identidade, sem personalidade e sem graça nenhuma… Logo a Zara que costuma acertar em suas coleções, não ousou e não saiu da zona de conforto. Parece que pegaram os produtos da Zara Basics masculina e só mudaram as etiquetas. Slide3

Já a C&A lançou sua coleção sem muita pretensão, sem divulgação prévia e… Sucesso total! Parece que foi super investido na ideia. Para a divulgação, eles colocaram terça feira (15) no facebook da marca um vídeo onde pessoas correm nuas para vestir roupas. Nele vemos uma mulher vestindo uma cueca, um homem com um vestido e no final vem “misture, ouse, divirta-se”. Passaram claramente a mensagem, acertaram em cheio. Sensacional!
Não sou lá a maior fã da C&A mas amei e confesso que estou super curiosa pra ver de perto, nas lojas, como eles vão abordar essa coleção.

cea-tudomisturado01cea-tudomisturado02

#Trip Ilhas parte III – Malta

IMG_7797Esse vlog já está no ar há mil anos mas só agora vim contar mais um pouquinho da terceira e última parada da trip das ilhas: Malta! Particularmente esse é meu vlog favorito dos três e o lugar onde renderam as melhores fotos. Não vou falar que foi a melhor ilha não, porque cada uma teve um aspecto preferido, então o ideal mesmo foi o roteiro completo com as três ilhas hahaha

Dessa vez era um grupo enorme e alugamos um apartamento grandão na região de St Juliens, também conhecido como a área jovem/universitária/baladeira. Lá em Malta quase não tem hostel, tem alguns hotéis, mas a grande maioria é aluguel de casa e apto mesmo. Alugamos pelo AirBnb e foi ótimo. Apesar da badalação de St. Juliens, o nosso apartamento não tinha barulho nenhum e por ser uma região bem no centro da ilha era ótimo porque não ficava muito longe para os passeios para o norte nem para os passeios para o sul da ilha.

Ah, lá em Malta os carros tem o volante do lado contrário, assim como em Londres, então alugar um carro pode ser uma tarefa complicadinha se você nunca dirigiu assim. Mas os ônibus lá são ótimos e tem linhas pela ilha toda! Optamos por isso, e saiu super em conta porque compramos um ticket (não lembro o preço, acho que algo em torno de 8 euros) que dava direito a andar de ônibus por uma semana inteira!IMG_7414IMG_8605IMG_8173
IMG_8991IMG_8622IMG_8872

DCIM103GOPROG1113652.

Fizemos passeio para Blue Lagoon, Blue Window, St. Peters Pool (foi meu lugar favorito de todos!), Popeye Village, Medina, e muito mais que vocês podem conferir no vlog!

Dica de Filme: Magic Mike XXL

Atenção: Esse post pode causar falta de ar, tonturas e outros sintomas. Segurem os forninhos!magic-mike-xxl-final-poster

Rolou aqui em Londres na última terça feira, dia 30, a European Premiere de Magic Mike XXL. Eu, Bee e Mari fomos lá ver de pertinho os musos do filme e o que eles tinham para falar. A premiere foi no cinema Vue da Leicester Square, e contou com o elenco quase inteirinho. Vimos Channing Tatum, Joe Manganiello, Matt Bomer, Adam Rodriguez, ah e as moças do filme também… No red carpet que não era red, mas sim branco e dourado com muito glitter bem no estilo strip club!

magic-mike-xxl-european-premiere

Como a maioria de vocês já sabem, eu odeio ir ao cinema, mas nesse caso era por um bom motivo né?! Apesar da premiere ter sido dia 30, a estréia foi só ontem dia 3 e lá estávamos nós no cinema para ver em primeira mão os mozões requebrando.

Pra quem não tá lembrando do primeiro, teve aquela histórinha do novinho (Alex Pettyfer) que entra no ramo de paraquedas, acaba se envolvendo com drogas, channing pega a irmã dele e bláblá. Infelizmente nesse segundo filme não tem Alex, mas a história meio que continua e meio que não… Não vou contar tudo o que acontece pra não ter muitos spoilers, mas adianto que Mike está sim fazendo seus móveis. E tudo gira em torno de uma convenção de strippers e é por isso que os queridões se reencontram.

magic-mike-xxl

Gostei bem mais desse do que do primeiro porque não aparece só Mike, cada um tem seu momento de glória. Eu, particularmente acho que Big Dick Richie (Joe Manganiello) roubou totalmente a cena nesse… E já se preparem psicologicamente para a cena de I Want It That Way na lojinha de conveniência do posto de gasolina: Melhor cena do filme inteiro.

It’s not Bro time, It’s show time!

No Brasil o filme só vai estrear dia 23 de Julho, mas já fica a dica pra ir correndo assistir assim que der.

 

#Trip Ilhas parte II – Sicília

IMG_7107Olá migos! Saiu (semana passada hehe #atrasada) o segundo episódio do nosso tão amado Vlog Viajante em Sicília. A Sicília é uma ilha Italiana, localizada no mar mediterrâneo delícia e é a quinta maior cidade da Itália. Fica bem perto de Sardenha, foi menos de uma hora de vôo entre uma e outra.

Quero pedir desculpas porque esse episódio do Vlog Viajante tá com bem menos informações e momentos da viagem. Na real a gente não sabia direito o que estávamos gravando e não tínhamos exatamente um plano de colocar nossas aventuras no YouTube. Agora que vimos que os amigos gostaram, estamos gravando direitinho os próximos episódios…
Mesmo assim esperamos que gostem!

Em Sicília nós dormimos a primeira noite num lugarzinho chamado Trapani porque é onde fica o aeroporto e como chegamos a noite, achamos melhor dormir por ali e partir pra Palermo só na manhã seguinte. Primeira dica: Não faça isso. Se você vai pra Palermo, do aeroporto de Trapani já tem ônibus direto pra capital e a viagem demora só uns 90 minutos então vale muito mais a pena do que dormir em Trapani que não absolutamente na-da.

Partimos de manhã para Palermo onde ficamos três dias. Palermo é incrível, é cidade antigualha com uma vibe maravilhosa. As pessoas em Sicília são muito legais no geral e com um ar de felicidade na cara que é lindo de ver. No primeiro dia em Palermo estava sol e muito calor, então optamos em ir pra Vila de Mondello que é onde fica a praia mais bonita dali. Pegamos o ônibus e em uns 35 minutos já estávamos na praia e na vila. Muito delícia, vale muito a pena esse passeio. Se você gosta de frutos do mar, aproveita pra comer por ali porque é meio que uma ilha de pescadores então tem milhares de restaurantes com peixe fresquinho que eles pescam diariamente.

No dia seguinte em Palermo choveu e esse dia tá registrado no vídeo. Tiramos pra conhecer Palermo, comer as comidas sicilianas e visitar a árvore mais antiga da Europa <3 
IMG_6778IMG_6878IMG_6874IMG_6888IMG_7036

Depois de Palermo seguimos para Taormina, meu lugar favorito da viagem. TAORMINA É AMOR. Não sei porque não registrei aquela cidadezinha maravilhosa em vídeo, merecia muito. Taormina fica toda em cima de uma montanha, a parte de baixo da montanha já é outro lugar. Pra subir você pode ir de carro ou de teleférico! Lá em cima tem o famoso teatro grego (aquele na foto ali em cima do post), muitas lojinhas de artesanato siciliano, restaurantes e uma vista incrível com direito ao vulcão Etna. Se você tiver tempo suficiente em Taormina, tire um dia para fazer o passeio para o vulcão, a gente não conseguiu fazer mas ficou a vontade.IMG_7081IMG_7100IMG_7226IMG_7094IMG_7303

Depois de Taormina fomos passar a última noite em Catânia porque era o lugar do aeroporto onde saímos para Malta. Mais uma vez o mesmo erro do início. Novamente tem transfer de Taormina direto pro aeroporto de Catânia, você não precisa gastar dormindo em um lugar onde não tem nada para conhecer.

#Trip Ilhas parte I – Sardenha

IMG_6350

Depois de muitos amigos e familiares pedirem, enfim saiu o primeiro diário de viagem! AEEEE! Como eu já tinha dito antes, eu e as meninas fizemos uma trip incrível de 17 dias pelas ilhas Italianas, Sardenha e Sicília, e Malta. Gravamos quase tudo e montamos o 4 Amigas e Um Vlog Viajante. É uma primeira tentativa, esperamos muito que dê certo porque adoramos fazer, nos divertimos muito e tentamos registrar tudo de bom que passamos nessa viagem pra compartilhar com quem gostamos.

No 4 Amigas e Um Vlog Viajante vão ter vídeos de nossas viagens, não só essa das ilhas mas as próximas que vierem também. Independente de estarmos as quatro juntas ou não, porque assim poderemos compartilhar mais e mais dicas de viagens com todo mundo.

Então vamos lá ao primeiro episódio: Sardenha. Dá o play aí e depois diz o que achou plis!

IMG_6613IMG_6671IMG_6594IMG_6456

Playlist: Beach Mood

IMG_6064

Quem me segue lá no insta sabe que eu estava viajando há muitos dias, porque estou de fériaxxx (!), para as ilhas Italianas e Malta. Acabei de voltar pra Londres com muitas informações legais e fotos pra compartilhar, mas o sentimento de saudade da praia já ta batendo aqui na porta.

Viagem com as amigas já é bom, pra praia então, nem se fala, alugando um carro e partindo sem rumo pra cantos de uma ilha maravilhosa… sem palavras! Por isso, fiz uma playlist de clipes que dão muita vontade da gente arrumar as malas, ligar pras amigas e pegar o primeiro vôo com destino ao verão. Apesar de já estar friozinho no Brasil, dá o play e vem sentir essa vibe linda do calor! Atenção: não é uma playlist de surf music, e sim clipes de praia que eu amo!

Onde comprar: Saia Jeans (com botões)

double-denim 02   Uma das coisas que eu acho mais incrível na moda é que tudo acaba voltando. Eu sempre digo que odeio me desfazer das minhas roupas mais velhas porque eu sei que num futuro não tão distante eu vou querer usar de novo. Podem dizer, quantas vezes vocês já não se pegaram pensando que alguma roupa que vocêS já usaram no passado, super cairia bem agora com uns pequenos ajustes e mudanças? EU SEMPRE!

A saia jeans já foi tão amada no passado e depois muito abominada também. Pois é ela mesma a queridinha das fashionistas no momento. Mas não qualquer saia jeans não, a saia da modinha é em shape A e com botões na parte frontal todinha. Gente, eu já tive uma saia exatamente dessa com uns 11 anos, juro. E aqui em Londes tá TODO MUNDO usando! É tendência!Saia Jeans1

Bom, claro que minha última busca fashion foi a bendita da saia e vim aqui compartilhar onde achei a minha e outros lugares que estão vendendo também. E não são só essas lojas não, agora já dá pra achar em muitos outros lugares já que ta bombaaaando!

Peço desculpas por serem lojas daqui de Londres, mas isso não quer dizer que vocês não consigam achar no Brasil. Aliás, se estão bombando por aqui agora e todas as lojas vendendo, provavelmente no inverno elas já vão estar pegando forte por aí também.Desktop2   As duas primeiras são da Urban Outfitters por £39 cada. As duas segundas são da Topshop por £25 e £28. As últimas são da Zara por £25,99 e £29,99.

Como eu queria a minha com lavagem jeans normal e sem bolsos, decidi comprar na Topshop e to amando muito!

Obs.: Se souberem onde encontra no Brasil, avisem que eu atualizo com essas informações.

#Trip Itália Rapidex

Olá povo lindo! Cá estou eu tentando tirar a teias de aranha que se encontram por aqui porque estou com milhões e milhões de coisas legais pra compartilhar tanto da faculdade quanto das viagens que tenho feito. Então, fora de ordem mesmo, resolvi postar primeiro a trip mais fresquinha.

Eu acabei de voltar de uma viagem bem rapidinha pela Itália. Foram só 6 diaszinhos passando por Milão, Verona e Veneza. Foi bem rapidinha porque a vida não tá (tão) fácil e eu tenho aulas que não posso ficar perdendo na faculdade e no curso de Styling que faço na Central Saint Martins.IMG_4701

Bom, a primeira parada foi Milão, onde estava tendo a semana de moda. No dia que chegamos teria desfile da Fendi, Prada, Moschino… Amor, né?! Ver a movimentação da cidade em plena semana de moda foi legal demais. Ainda mais porque tínhamos acabado de sair da London Fashion Week então deu pra comparar! Pra ser bem sincera, Milão não foi lá uma das minhas cidades favoritas. Eu esperava um lugar que respira e vive moda 24/7 e não é bem assim. Não sei ainda se não fomos aos lugares certos porque tivemos pouquinho tempo mas foi a impressão que tive.

O principal ponto turístico é a catedral que é realmente lindíssima! A principal galeria se chama Galleria Vittorio Emanuele, ela é maravilhosa e fica bem do lado da catedral. Nela encontramos algumas das super grifes como Prada, Gucci e Louis Vuitton. Atravessando a galeria você chega numa praça com o teatro Scala, que também é um dos postos turísticos da cidade. Três pontos turísticos quase no mesmo lugar. Achei Milão bem fácil de andar, tanto a pé quanto no metrô.IMG_4706

Em Milão comemos o sorvete mais magnífico que já comemos na vida, sério, sem palavras pra descrever. O verdadeiro gelatto italiano, na sorveteria Cioccolati Italiani. Ela fica bem na frente da lojinha que vende o Panzerotti (um pastel frito feito com massa de pizza e recheios variados, mas o tradicional é queijo com tomate) mais famoso da Itália. Ou seja, você come um (talvez dois…) panzerotti delícia e um gelatto de sobremesa, engorda uns 10kg nesse momento mas acaba o dia muito mais feliz.gastronomia

A segunda parada foi Verona. Pegamos um trem na estação central de Milão pra estação de Verona, durou quase 2h de viagem. Ah mas Verona! Verona é uma cidade bem pequenininha mas muito encantadora. Só casinhas antigas, coloridas e muito bem conservadas. Fiquei muito apaixonada pela cidade, pela simplicidade e beleza. Lá é tão pequenininho que você faz tudo a pé e, além de perto, é muito fácil de andar com um mapinha na mão.

Vale muito a pena comprar o Verona Card, ele custa 15 euros pra 24 horas, ou 20 euros pra 72 horas, e essa segunda opção que foi nossa escolha porque ficaríamos lá mais de um dia e queríamos ver tudo com calma. O Verona Card dá direito a você entrar em todos os pontos turísticos de Verona, casa da Julieta, igrejas, museus…

Todos os pontos têm seu charme e uma vista linda, vale a pena tentar conhecer todos. Meus preferidos acho que foram o castelvecchio, pela vista linda da cidade e da própria construção do castelo, e casa de Julieta, que apesar de não ter tanta graça por dentro, é muito legal ir na sacada, ver a estatua e mandar uma carta pra Jú. Ah, em Verona as pessoas são também as mais legais e atenciosas, parece que todo mundo ali é muito feliz e faz questão de te tratar super bem.IMG_4726IMG_4742IMG_4849IMG_4889IMG_4879IMG_5208IMG_5307

Ponto final da viagem foi Veneza, e foi a surpresa mais linda! Também fomos de trem de Verona para Veneza, durou mais ou menos 1 hora. Todo mundo tinha me falado meio mal de Veneza então já fui meio de má vontade, admito. Muita gente me falou que não era legal, que era tão pequena que um dia bastava por lá, que não valia a pena andar de gôndola e bláblá. Até tínhamos pensado em passar um dia só lá e nos outros dias ir pra Burano e Murano, mas deixamos pra resolver isso lá. Graças a Deus, porque desistimos desse plano por motivos de tão amor que Veneza é! Vale todos os minutinhos que você tem pra ela.

A cidade é um labirinto, sim, é muito difícil de andar por lá mesmo com mapas. Mas acho que isso é exatamente a graça de Veneza. Você se perde pelas ruelas simpáticas de lá, passando por todos os pedacinhos do canal e vai vendo tudo. Máscaras, macarrão e bolsas de couro por todos os lados desse labirinto. As casas não são tão bem cuidadas como as de Verona, mas não deixam de ter seu charme. O mais legal é que o canal passa por tudinho então quase todas as casas têm seu barco!
IMG_5345
IMG_5517DCIM100GOPROGOPR0810.IMG_5354IMG_5475

Nos primeiros dias fez sol e céu azul o que deixa tudo sempre mais lindo, né?! Foi quando aproveitamos pra andar de Gôndola! Como disse ali em cima, todo mundo tinha me falado que não valia a pena porque era muito caro, mas a gente queria muito então fomos e não achamos caro não porque éramos um grupo de quatro. Pegamos (sem querer) num horário estratégico, quase na hora do sol se pôr então as fotos no final do passeio, do gondoleiro sob o sol, ficaram lindas. Falando nele, que amor de gondoleiro que foi o nosso. Ele tentou cantar Garota de Ipanema, sacolejou a Gôndola pra fazer a gente rir espontaneamente na foto que ele ia bater nossa e contou várias histórias dos gondoleiros. Valeu cada centavo, o passeio foi incrível!

Além das famosas Gôndolas, Veneza tem outros pontos turísticos como a catedral e alguns museus, mas na minha opinião o mais incrível são as ruazinhas mesmo.

Já no dia de ir embora fez um tempo cinza e resolvemos ir as compras porque só íamos embora a tarde. Eu queria muito um chapéu de gondoleiro (o tio nosso gondoleiro tinha me dito a loja onde eles compravam o uniforme deles e eu queria exatamente esse, o original!), máscaras, bolsa de couro e macarrão, tudo que tinha de lá eu queria né. Devo dizer que comprar máscara em Veneza é uma missão muito difícil, porque como são taaaantas, você demora séculos pra escolher (né Mariana?).DCIM100GOPROGOPR0819.IMG_5444IMG_5494IMG_5546

Tudo comprado, hora de voltar pra casa. Pegamos em Veneza um ônibus de 20 mindinhos até o aeroporto Marco Polo e voamos de volta pra London. Devo dizer que a Itália é o paraíso gastronômico, se você está de dieta NÃO VÁ pra Itália! Provavelmente engordei uns 15kg, mas estou muito feliz. Agora de volta a rotina, de volta a dieta. Até semana que vem que a parada é em Portugal…

O primeiro mês em London Town

AEEEE APARECI!

Antes de qualquer coisa gostaria de dizer o quão rápido o tempo passa nesse lugar. Como assim já faz um mês interinho (e quatro dias) que eu to aqui? Apesar do tempo passar rápido e de parecer que cheguei ontem, já passei por muitas coisas e muitas experiências que já me fizeram crescer muitíssimo, imaginem até o final!

Enfim, meus amigos me cobraram (mil vezes) que eu aparecesse por aqui pra contar um pouquinho de tudo, sobre a vida aqui em Londres, sobre meu curso, sobre a faculdade e etc. A verdade é que eu to há muitos dias tentando escrever mas nada sai apenas pelo simples motivo de não saber por onde começar. Decidi então aparecer aqui e contar um pouquinho de tudo no geral e depois tentar vir atualizar de vez em quando com outras coisas mais específicas. Vamos la então.IMG_3792

Moro aqui no alojamento da minha faculdade, a Middlesex University. Meu quarto é individual com banheiro individual (graças ao bom Deus) e devo admitir que é um pouquinho maior do que eu imaginava. O complexo do alojamento é bem grande e é dividido por predinhos. Cada prédio tem de três a quatro andares e em cada andar tem dois flats. Cada flat tem seis quartos e uma cozinha, isso quer dizer que você divide sua cozinha com mais cinco coleguinhas, seus flat mates. Essa parte eu tava morrendo de medo.

Todo mundo tinha me falado que o povo daqui é meio porco então eu tava tipo surtando de medo dos meus flat mates deixarem a cozinha toda cagada e tal, mas não foi nada disso! Meus flat mates são muito amor, e o mais legal é que cada um é de um lugar do mundo -Brasil, Polônia, Romênia, Líbia, Quênia e Inglaterra – por conta disso passamos bastante tempo conversando sobre nossas culturas e essas coisas. E todo mundo muito limpinho e respeitoso (em questão de espaço na geladeira, que é UM FRIGOBAR PRA SEIS).IMG_3427

Pra ir do alojamento pra faculdade não tem ônibus nem metrô, é via caminhada mesmo. É relativamente perto, uns 20 minutos caminhando, porém tem uma parte íngreme que me mata diariamente. A Middlesex é uma das coisas mais incríveis que já vivi, é uma faculdade gigantesca onde as coisas realmente acontecem e funcionam. São milhões de prédios, todos muito bem equipados, um prédio inteiro de seis andares pra biblioteca e o mais legal é que os alunos tem acesso a tudo. Por exemplo, tem uma sala de câmeras, filmadoras, luzes e todos esses equipamentos, e os alunos podem pegar emprestado pra fazer trabalho. Mas devo dizer que o que me deixou mais feliz foi definitivamente poder imprimir e escanear tudo que quiser, em preto e branco ou em colorido, de graça <3

Middlesex também é muito amor por conta dos eventos free food!!! Pois é minha gente, student life é assim, a gente não pode ouvir a palavra free que já estamos surtando. Tivemos British tea party, festinha do curso com pizza e cerveja, teve um dia que tinha um caminhão do Ben & Jerrys estacionado lá no meio dando sorvete de brownie, outro dia era doritos… E teve uma vez uma mega festa com carrinho bate bate, cabine de foto, jogos de atirar, boca do palhaço e essas coisas, algodão doce, sorvete, sanduíches… tudo free!!! Muito amor envolvido.IMG_3469

Sobre meu curso, eu vim pra cá pra estudar Product Design (no Brasil estudo Design de Moda), apenas porque o CsF fez o favor de retirar todos os cursos de moda do meu e dos próximos editais. Mas chegando aqui fomos atrás do coordenador e lutando muito, enviando portfolio novo consegui mudar pra Fashion Communication and Styling que era o curso que eu sonhava em fazer!  Mas nem tudo são flores. Se você tá pensando que vida de estudante de CsF é fácil, sabe de nada inocente. Eu só tenho aula três dias na semana – AH DAPHNE QUE MOLEZA – mas aqui são muitos trabalhos, projetos, seminários, e tá difícil de dar conta. Então nos dias que eu não tenho aula, eu faço trabalhos. Para terem ideia eu to a um mês aqui e nem cheguei a cogitar na possibilidade de ir viajar. Não to reclamando não, to só expondo fatos, porque ao mesmo tempo que to atolada de trabalhos, to muito feliz e realizada no meu curso.

Sobre adaptação. Olha, eu achei que fosse ser muito mais difícil do que foi. Descobri que Londres é uma cidade muito fácil de se adaptar, muito fácil de andar por aí sem se perder (e se perdendo também!), de se comunicar. Não tive nenhum problema com a língua e nem com nada por enquanto. A única coisa chata é esse clima, óbvio. Chove todo santo dia, nem que seja uma chuviscadinha de leve por 5 minutos. Ande sempre com guarda chuva na bolsa, sério. Saudade sol!!!

Bom, acho que de geralzão é isso. Espero que seja mais ou menos o que vocês pediram pra eu escrever e se não for me avisem que na próxima eu melhoro!

Ps.: Me apaixono em cada esquina.