Dica de Filme: Magic Mike XXL

Atenção: Esse post pode causar falta de ar, tonturas e outros sintomas. Segurem os forninhos!magic-mike-xxl-final-poster

Rolou aqui em Londres na última terça feira, dia 30, a European Premiere de Magic Mike XXL. Eu, Bee e Mari fomos lá ver de pertinho os musos do filme e o que eles tinham para falar. A premiere foi no cinema Vue da Leicester Square, e contou com o elenco quase inteirinho. Vimos Channing Tatum, Joe Manganiello, Matt Bomer, Adam Rodriguez, ah e as moças do filme também… No red carpet que não era red, mas sim branco e dourado com muito glitter bem no estilo strip club!

magic-mike-xxl-european-premiere

Como a maioria de vocês já sabem, eu odeio ir ao cinema, mas nesse caso era por um bom motivo né?! Apesar da premiere ter sido dia 30, a estréia foi só ontem dia 3 e lá estávamos nós no cinema para ver em primeira mão os mozões requebrando.

Pra quem não tá lembrando do primeiro, teve aquela histórinha do novinho (Alex Pettyfer) que entra no ramo de paraquedas, acaba se envolvendo com drogas, channing pega a irmã dele e bláblá. Infelizmente nesse segundo filme não tem Alex, mas a história meio que continua e meio que não… Não vou contar tudo o que acontece pra não ter muitos spoilers, mas adianto que Mike está sim fazendo seus móveis. E tudo gira em torno de uma convenção de strippers e é por isso que os queridões se reencontram.

magic-mike-xxl

Gostei bem mais desse do que do primeiro porque não aparece só Mike, cada um tem seu momento de glória. Eu, particularmente acho que Big Dick Richie (Joe Manganiello) roubou totalmente a cena nesse… E já se preparem psicologicamente para a cena de I Want It That Way na lojinha de conveniência do posto de gasolina: Melhor cena do filme inteiro.

It’s not Bro time, It’s show time!

No Brasil o filme só vai estrear dia 23 de Julho, mas já fica a dica pra ir correndo assistir assim que der.

 

O primeiro mês em London Town

AEEEE APARECI!

Antes de qualquer coisa gostaria de dizer o quão rápido o tempo passa nesse lugar. Como assim já faz um mês interinho (e quatro dias) que eu to aqui? Apesar do tempo passar rápido e de parecer que cheguei ontem, já passei por muitas coisas e muitas experiências que já me fizeram crescer muitíssimo, imaginem até o final!

Enfim, meus amigos me cobraram (mil vezes) que eu aparecesse por aqui pra contar um pouquinho de tudo, sobre a vida aqui em Londres, sobre meu curso, sobre a faculdade e etc. A verdade é que eu to há muitos dias tentando escrever mas nada sai apenas pelo simples motivo de não saber por onde começar. Decidi então aparecer aqui e contar um pouquinho de tudo no geral e depois tentar vir atualizar de vez em quando com outras coisas mais específicas. Vamos la então.IMG_3792

Moro aqui no alojamento da minha faculdade, a Middlesex University. Meu quarto é individual com banheiro individual (graças ao bom Deus) e devo admitir que é um pouquinho maior do que eu imaginava. O complexo do alojamento é bem grande e é dividido por predinhos. Cada prédio tem de três a quatro andares e em cada andar tem dois flats. Cada flat tem seis quartos e uma cozinha, isso quer dizer que você divide sua cozinha com mais cinco coleguinhas, seus flat mates. Essa parte eu tava morrendo de medo.

Todo mundo tinha me falado que o povo daqui é meio porco então eu tava tipo surtando de medo dos meus flat mates deixarem a cozinha toda cagada e tal, mas não foi nada disso! Meus flat mates são muito amor, e o mais legal é que cada um é de um lugar do mundo -Brasil, Polônia, Romênia, Líbia, Quênia e Inglaterra – por conta disso passamos bastante tempo conversando sobre nossas culturas e essas coisas. E todo mundo muito limpinho e respeitoso (em questão de espaço na geladeira, que é UM FRIGOBAR PRA SEIS).IMG_3427

Pra ir do alojamento pra faculdade não tem ônibus nem metrô, é via caminhada mesmo. É relativamente perto, uns 20 minutos caminhando, porém tem uma parte íngreme que me mata diariamente. A Middlesex é uma das coisas mais incríveis que já vivi, é uma faculdade gigantesca onde as coisas realmente acontecem e funcionam. São milhões de prédios, todos muito bem equipados, um prédio inteiro de seis andares pra biblioteca e o mais legal é que os alunos tem acesso a tudo. Por exemplo, tem uma sala de câmeras, filmadoras, luzes e todos esses equipamentos, e os alunos podem pegar emprestado pra fazer trabalho. Mas devo dizer que o que me deixou mais feliz foi definitivamente poder imprimir e escanear tudo que quiser, em preto e branco ou em colorido, de graça <3

Middlesex também é muito amor por conta dos eventos free food!!! Pois é minha gente, student life é assim, a gente não pode ouvir a palavra free que já estamos surtando. Tivemos British tea party, festinha do curso com pizza e cerveja, teve um dia que tinha um caminhão do Ben & Jerrys estacionado lá no meio dando sorvete de brownie, outro dia era doritos… E teve uma vez uma mega festa com carrinho bate bate, cabine de foto, jogos de atirar, boca do palhaço e essas coisas, algodão doce, sorvete, sanduíches… tudo free!!! Muito amor envolvido.IMG_3469

Sobre meu curso, eu vim pra cá pra estudar Product Design (no Brasil estudo Design de Moda), apenas porque o CsF fez o favor de retirar todos os cursos de moda do meu e dos próximos editais. Mas chegando aqui fomos atrás do coordenador e lutando muito, enviando portfolio novo consegui mudar pra Fashion Communication and Styling que era o curso que eu sonhava em fazer!  Mas nem tudo são flores. Se você tá pensando que vida de estudante de CsF é fácil, sabe de nada inocente. Eu só tenho aula três dias na semana – AH DAPHNE QUE MOLEZA – mas aqui são muitos trabalhos, projetos, seminários, e tá difícil de dar conta. Então nos dias que eu não tenho aula, eu faço trabalhos. Para terem ideia eu to a um mês aqui e nem cheguei a cogitar na possibilidade de ir viajar. Não to reclamando não, to só expondo fatos, porque ao mesmo tempo que to atolada de trabalhos, to muito feliz e realizada no meu curso.

Sobre adaptação. Olha, eu achei que fosse ser muito mais difícil do que foi. Descobri que Londres é uma cidade muito fácil de se adaptar, muito fácil de andar por aí sem se perder (e se perdendo também!), de se comunicar. Não tive nenhum problema com a língua e nem com nada por enquanto. A única coisa chata é esse clima, óbvio. Chove todo santo dia, nem que seja uma chuviscadinha de leve por 5 minutos. Ande sempre com guarda chuva na bolsa, sério. Saudade sol!!!

Bom, acho que de geralzão é isso. Espero que seja mais ou menos o que vocês pediram pra eu escrever e se não for me avisem que na próxima eu melhoro!

Ps.: Me apaixono em cada esquina.

De agosto a agosto

Hoje faz exatamente um ano do último post antes do meu retorno por aqui então pensei em contar pra vocês algumas das coisas que fiz nesse tempo. Pensando rápido aqui, muitas coisas aconteceram na minha vida nesses 12 meses e isso me fez pensar o quanto a gente pode mudar em tão pouco tempo. E também que esse será o mesmo número de meses que ficarei morando lá na terra da rainha. Muito louco isso tudo, não?!

Bom, nesse tempo dois períodos (longos e suados) se passaram na faculdade, resolvi tentar uma bolsa do Ciência sem Fronteiras e passei, virei vegetariana, ganhei o Sebastião, assisti muitos shows de cantores que amo, fui ao Lollapalooza, teve copa (!),  fiquei um pouco mais velha e com certeza muito mais madura.

Voltei na Disney

Em Outubro do ano passado eu voltei na Disney. Eu não vou usar esse post pra fazer um diário da minha viagem mas resolvi criar um tópico pra isso porque venho sugerir um restaurante: o Be Our Guest! Quem for na Disney não pode deixar de ir lá almoçar ou jantar no castelo da Bela e a Fera. Ele está localizado na “nova” área –chamada fantasyland– do Magic Kingdom. Sério gente, é a coisa mais linda desse mundo. Sugiro que façam reserva com antecedência porque pra quem vai lá tentar a sorte na hora tem uma fila gigante, mas também deve valer a pena.

O restaurante é dividido em três salões: O primeiro é tipo sala de jantar de palácio mesmo, com aqueles lustres incríveis de cristal e tal. O segundo é o salão de dança da bela e a fera, onde tem um piano (é o mais sem graçazzZZzz) e o terceiro é o salão da fera, todo dark, com cortinas rasgadas  e é nele que fica a rosa do filme.IMG_4527IMG_4490IMG_4496IMG_4508IMG_450310464265_10202445723969607_1504199385320086848_n

Minha estréia no carnaval

Eu já tinha comentado aqui que tinha entrado na oficina do Bloco do Sargento Pimenta (pra quem não conhece, é um bloco só de músicas dos Beatles em ritmos brasileiros como Samba e Maracatu) e estava aprendendo a tocar surdo de terceira. E não é que aprendi mesmo e fiz uma linda estréia no carnaval?

Tocamos na Fundição Progresso (fechamos o show do Alceu Valença, acreditam?), em São Paulo, em Belo Horizonte e finalmente no Aterro do Flamengo… E eu até agora não sei descrever a sensação de ver tanta gente feliz e se divertindo com o nosso som, viva o samba, viva o carnaval! ♥ Ah e apesar do Sargento ser meu xodó, não posso esquecer que também toquei na bateria do bloco Desliga da Justiça e do bloco Cata Corno e também foram demais! E a novidade é que agora to aprendendo um novo instrumento: Tamborim. Será que sai som lá em Londres?IMG_9957IMG_9934

Fiquei mais velha

E finalmente o último tópico é pra contar que completei minha segunda década de vida em grande estilo. Esse ano resolvi juntar meu aniversário e minha despedida em uma super festa, e como todo mundo sabe que eu amo festas temáticas essa não seria diferente. O tema da vez era mar e todos os meus convidados tinham que ir vestidos com fantasias que tivessem alguma ligação com ele. Claro que eu fui de Iemanjá, rainha do mar.

Aluguei um espaço muito legal, uma gafieira, lá no centro do Rio de Janeiro, chamada Gafieira Moderna e a decoração fomos nós que fizemos mesmo. Foi tudo do jeitinho que eu queria, com todos os amigos e festa foi linda.10501915_10202310832277399_966122282736034196_n10372541_10202311369290824_4739258260894519337_n10574247_10202310825237223_670937300520037700_n

E faltam 32 dias!2

O retorno e as novidades

Não sei nem como começar a escrever depois de taaanto tempo (como vocês mesmos podem checar logo aqui em baixo, o último post faz quase um ano!), então vamos empurrar as teias de aranha pro lado e ir direto aos assuntos.

Sobre o blog

Primeiro de tudo, sobre o blog em si. Poucos sabem que antes do blog ser All About Fashion Stuff (#falecido #RIP), ele era simplesmente ladath.wordpress.com. Quando eu parei de escrever e o domínio expirou, ele voltou ao nome original e agora que peguei de novo para escrever decidi manter. Porém o novo domínio já está comprado e vocês leitores queridos que mal chegaram e já consideram pakas, já podem acessar o mais novo e lindjo ladath.com.br!! uhul!!

Dath é meu apelido, pra quem não sabe, todo mundo me chama assim desde que me entendo por gente e eu não sei direito o porquê já que não faz sentido nenhum esse T no meio mas ok. A logo e o layout novos representam o motivo do segundo tópico de hoje que é….

Ciência sem Fronteiras

Isso mesmo meus caros, estou indo morar um ano na terra da rainha pelo programa Ciência sem Fronteiras com mais duas amigas lindas e poderosas (Mali e Daf) e esse foi o motivo que me fez voltar a escrever. O blog em breve será mais um diário para contar as experiências de morar fora, sobre o programa e tudo mais. Vou só no final de Setembro então ainda teremos um mês e meio de muito amor aqui no Rio ♥londontumblr_na7lvaQMP31qiiufio1_500large

Em breve faço um post explicando melhor o programa, como pesquisei e algumas das etapas.

Obs.: Ah o facebook não me deixou mudar o nome da página do blog então continua a mesma e vocês podem curtir bem ali do lado direito ►

Então que comece essa nova fase, espero que gostem!

Comemorando os 19 na aldeia

Tá aí o post que me motivou a voltar a escrever… Foram tantas perguntas sobre essas fotos que resolvi postar aqui!

Como eu disse no post anterior, esse ano eu comemorei meu aniversário várias vezes e de vários jeitos diferentes, mas a “comemoração principal” foi uma festinha que eu fiz aqui em casa, só para os amigos mais próximos. O diferente da festa? O tema era indígena! Eu amo festas temáticas e amo mais ainda quando são improvisadas porque aí ficam ainda mais com a nossa cara, né? Acho que esse ano foi a mais inovadora de todas as que eu já fiz. hahahaIMG_6316

Bom, a ideia surgiu porque eu sou apaixonada por estampa étnica, sempre amei os cocares de índios de carnaval e me amarro nessas festas que a galera pinta a cara de tinta neon, resolvi juntar isso tudo e deu no que deu, uma festa indígena! A parte mais difícil foi achar as coisas da decor. Fui no centro do Rio, lá no Saara, Rua da Alfândega, e não achava quase nada! Eu entrava nas lojas perguntando se tinha alguma coisa de índio e as moças ficavam rindo e falando que era um tema “criativo demais”. Não sabia se ria ou se chorava. Percebi que se eu quisesse esse tema mesmo, ia ter que improvisar e abusar da criatividade.

Consegui comprar dois tipos diferentes de cocares lindos, comprei tintas neon de diversas cores (e quatro lâmpadas negras pras tintas ficarem bem acesas durante a festa), achei um arco e flecha indígena mesmo aqui em casa e umas lanças de mentira com penas. Ainda penduramos aqueles “dreamcatchers” feitos de madeira com penas que combinou muito com a decoração. Mas o mais maneiro da decoração foi a parte da “aldeia”. Ao lado da piscina aqui de casa, tem um gramadinho. Nele, eu e minha prima juntamos nossos conhecimentos, da minha faculdade de moda com a dela de arquitetura (rs), e construímos duas ocas lindas!!! E penduramos estrelas em cima.IMG_6299IMG_6319

Ainda ganhei de presente do meu primo um narguilé que já acendemos lá na hora e super combinou com o clima. E pra finalizar, meu pai passou antes da festa em uma fábrica de fogos de artifício e comprou aqueles “fogos no palito” (?) de surpresa pra mim! E também espalhamos as tochas.

As fotos ficaram lindíssimas e foi muito maneiro todo mundo marcando a localização no inxxxta como “Aldeia da Dath”. No final das contas saiu tudo ainda melhor do que o esperado. Consegui minha festa indígena com pegada moderninha, com tinta neon e fogos de artifício! Mais a minha cara impossível! Poderia ter sido melhor? Acho que não!

 

Obs.: Muito obrigada amigos lindos por terem vindo, foi perfeito!!

Obs.2: Mais uma vez peço desculpa pelas fotos. Não tirei especialmente para o blog, por isso não tem muito da decoração, fico devendo ): zsecuredownloadIMG_6294IMG_6304IMG_6333IMG_6336

Por onde andei?

Vocês devem ter percebido que o blog andou paradão por um tempo. Então resolvi montar esse post pra explicar o motivo principal do meu sumiço, e contar tudo que aprontei nesse tempinho.

Pra quem me acompanha pelo Instagram e pelo Twitter não vai ser nenhuma novidade… O blog andou parado porque eu comecei a trabalhar e simplesmente me enrolei demais com horários. Bom, no dia 3 de Dezembro de 2012, comecei a trabalhar na Farm (loja que eu amooo) e vim contar um pouquinho sobre a experiência.74149_525101137524773_1064422888_n

Quando fui nas entrevistas, não sabia de absolutamente nada (sobre cargos, horários, salários…), só queria entrar. Lá, descobri a função de Auxiliar de Vendas (vou explicar mais em baixo o que é) e foi isso que eu quis! Decidi trabalhar não porque estava precisando de dinheiro, mas sim porque queria saber mais de perto como uma loja funcionava -faço faculdade de moda-. Antes de começar, algumas amigas minhas que já tinham trabalhado de extra natal me falaram que eu não ia aguentar, outras falaram que gerente normalmente era má, etc. Morri de medo, pensei em desistir, mas meu contrato e minha carteira de trabalho já estavam assinados e eu não queria deixar de ir por nada! Fui.

Comecei dia 3 de Dezembro, em Ipanema! Pois é, me ligaram um dia antes avisando que a gente ia treinar na loja de Ipanema, que, pra quem não sabe, é a loja mais movimentada da marca. Acham que eu tremi? Demais! No primeiro dia, lá em Ipanema, já conheci as outras meninas de Icaraí e relaxei. Ir pra ipanema todo dia foi muito cansativo, a loja era suuuper movimentada, algumas vendedoras de lá não estavam muito contentes com nosso treinamento ali (digamos assim rs), mas a experiencia valeu muito! Quando chegamos na loja de Icaraí foi tudo muito mais tranquilo!iPhon

Eu trabalhava, como disse ali em cima, como Auxiliar de Vendas. A função do Auxiliar de Vendas vai de marca pra marca (sei disso porque conversei com amigas minhas que foram de outras marcas). Na Farm, eu ajudava todo mundo. Como? Se a loja estava muito cheia e as vendedoras com muitas clientes, eu ajudava elas a atender, tirava aquela zona que fica em cima das mesas em época de liqui, organizava as gavetasfazia embrulho de presente… Mas ao contrário das vendedoras, meu salário era fixo, e meu horário também. Fiquei trabalhando durante um mês e meio. Ah, e vale avisar também que essa função só existe no período de extra natal. snif )’:46993_525102110858009_589536068_ndownloads

Antes de terminar, queria agradecer muuuito a gerente da loja, Ana Paula, pela oportunidade e por ser a gerente mais fofa de todos os tempos! (quebrando o que minhas amigas tinham me dito sobre gerentes serem más hahaha). Agradecer também as meninas todas: Nat, Sofi’s, Gabi, Lara, Ingrid, Alicia, Flan, Duda, Babi, Pati C, Pati T, Carol, Bruna, Isa, Jô, Mari Pontes, Mari Piazza, Pri, Marina, Fê, Lú, Rachel… (espero não ter esquecido de ninguém, socorro muita gente!) por tudo! E também, as estoquistas, o segurança e todo mundo que faz a loja funcionar! OBRIGADA!

Acho que é isso então, espero que entendam meu sumiço e, qualquer dúvida sobre trabalhar em comércio, já sabem né? É só mandar email, mensagem, tweet, wpp, sinal de fumaça… que tá valendo!304293_471337022930479_160546976_n72224_525101180858102_1834253837_nIMG_3734

O bazar do bem de Alexandre Herchcovitch

É de São Paulo? Mora em São Paulo? Está em São Paulo? Então prepara o bolso porque tá chegando mais uma edição do bazar do bem do Alexandre Herchcovitch!

Para quem não sabe, o estilista vai realizar nos dias 01 e 02 de Dezembro o seu Bazar do Bem, onde ele vende coleções passadas por preços supeeer acessíveis (até 90% de desconto!). Serão peças femininas e masculinas, do verão 2009 até o inverno 2012.

Para entrar no bazar basta aparecer lá com 1kg de alimento não perecível ou um brinquedo (novo ou seminovo). Essas coisas depois serão doadas para a Fraternidade Servos do Senhor – Federação Espírita de São Paulo. Não deixem de chegar cedo porque fica com fila hein! Quer dar uma espiadinha?

Vestido branco R$149,00. Vestido azul R$179,00 (eu querooo!). Camisa branca R$49,00. Saia rosê R$89,00.

Vestido cinza R$179,00. Camisa azul R$49,00. Calça branca R$89,00. Calça preta R$119,00.

Mais informações:

De 1 a 2.12 (sábado, das 10 às 20h; domingo, das 12h às 18h)

Rua Dr. Melo Alves, 420, Casa 7, Jardim Paulista, São Paulo – SP;

Formas de pagamento: dinheiro e cartões Visa, Mastercard e American Express

AMA 2012: Melhores momentos

Não é costume meu fazer post desse tipo por aqui quando acontece uma premiação, mas o evento de domingo foi tão bom, com performances tão boas que mereceu um destaque! (mais tarde tem o post dos looks) Aconteceu no último domingo (18/11) em Los Angeles o American Music Awards 2012 e artista de todos os gêneros musicas marcaram presença por la. Assisti uma parte ao vivo, só que apaguei rs e outra parte ontem online e elegi meus melhores momentos!

Começando obviamente pela performance incrível de I Knew You Were Trouble, da Taylor Swift, né? No palco, o cenário era bem clássico, um palácio com direito a escadaria e lustres enormes. Os dançarinos usavam máscaras e Tay começou a cantar com um vestidão longo clarinho e com brilhos, mas no meio da apresentação teve troca de roupa na frente de todo mundo e ela apareceu de preto, vermelho e dourado! DIVA! 

Mesmo que a performance da Taylor tenha sido minha favorita (e de muita gente!) a que ganhou mesmo a maioria dos espectadores foi a da Pink. No palco, Pink reproduziu o clipe de Try com seu dançarino, cenário da casa quebrada e em chamas, cantando e dançando (um ballet contemporâneo) divinamente. Performance super emocionante! 

Não tão perfeitas como a da Taylor e a da Pink, outras apresentações que eu gostei muito foram da Kelly Clarkson e do Justin Bieber. Kelly quis relembrar dez anos de carreira em uma única apresentação. Para quem não sabe, ela foi descoberta no Reality Show American Idol, então começou a performance cantando Miss Independent com “três jurados” assistindo, ah e tinha até plaquinha com seu número! Cantou também partes de Since U Been Gone, Stronger (What Doesn’t Kill You) e Catch My Breath. 

Não sou muito fã do Bieber não, mas adorei a apresentação. (E achei a coisa mais fofa do mundo ele ter levado a mãe ao evento e chamado ela pra subir no palco junto com ele) Justin cantou primeiro As Long As You Love Me em versão acústica, que ficou maravilhosa! E depois, com o palco cheio de caixas de som, cantou (e dançou muito!) Beauty and a Beat com uma pequenina participação da Nicki Minaj. 

No resultado das votações quem reinou foi Bieber, levando para casa três prêmios. Quer conferir a lista de ganhadores?

Artista Masculino Pop/Rock: Justin Bieber

Artista Feminino Pop/Rock: Katy Perry

Banda/Grupo/Duo Pop/Rock: Maroon 5

Álbum de Pop/Rock: “Believe”, Justin Bieber

Artista Rap/Hip-Hop: Nicki Minaj

Álbum de Hip-Hop: “Pink Friday: Roman Reloaded” – Nicki Minaj

Artista Masculino de R&B: Usher

Artista Feminino de R&B: Beyoncé

Álbum de R&B: “Talk That Talk” – Rihanna

Artista Masculino Country: Luke Bryan

Artista Feminino Country: Taylor Swift

Banda/Grupo/Duo Country: Lady Antebellum

Álbum Country: “Blown Away” – Carrie Underwood

Artista Alternativo de Rock: Linkin Park

Música Eletrônica: David Guetta

Revelação: Carly Rae Jepsen

Artista Adulto Contemporâneo: Adele

Artista Latino: Shakira

Trabalho de Indumentária: Séc XVIII

E ontem aconteceu o desfile de mais um dos nossos trabalhos de indumentária e o tema dessa vez foi o Séc XVII. (Pra quem não viu o primeiro, do Egito, clica aqui!) Dessa vez a proposta foi um pouco diferente do último (que tinha sido fazer exatamente a mesma roupa de uma Deusa egípcia), agora a gente tinha que fazer um look atual (conceitual ou comercial) inspirado no Séc XVII ou XVIII!

Nosso grupo era bem grande, então tivemos muita dificuldade para escolher o que faríamos. Pensamos em fazer terninho, Maria Antonieta rock glam, short estruturado… Uma parte do grupo queria colocar chifres na cabeça da modelo, outra parte não queria pérolas de jeito nenhum (só alguns exemplos das nossas diferenças de gostos haha).

Não era preciso se inspirar em uma personalidade da época, então nosso grupo no final das contas optou em fazer o look inspirado nas igrejas. Nosso look era composto de um conjuntinho de bustiê e saia mullet, ambos feitos em tecido Off White com desenhos que remetem ao barroco, para representar a igreja. Mas o tchan estava na parte interna da saia! Colocamos um tecido vermelho, com alguns desenhos de cruz para representar o pecado que existia dentro dela.

No cabelo, nos inspiramos em Maria Antonieta, claro. E para quem quer saber, fizemos o volumão com bombril! No make, fizemos tudo bem clarinho, sombra dourada, delineador, e batom cor de boca.

Como a professora disse, os grupos melhoraram bastante de um trabalho pro outro! Todos os grupos fizeram ótimooos looks, e estão todos de parabéns! O desfile foi maravilhoso!

Agradecimento especial ao grupo lindo: Beck, Bianca, Denis, Kelvin, Letícia e Lívia ♥ E a Paula Valone que disponibilizou as fotos ♥ Ah e quase ninguém reparou (snif!) mas nosso grupo estava todo de vermelho e branco pra também representar Igreja x Pecado.