#Trip Ilhas parte I – Sardenha

IMG_6350

Depois de muitos amigos e familiares pedirem, enfim saiu o primeiro diário de viagem! AEEEE! Como eu já tinha dito antes, eu e as meninas fizemos uma trip incrível de 17 dias pelas ilhas Italianas, Sardenha e Sicília, e Malta. Gravamos quase tudo e montamos o 4 Amigas e Um Vlog Viajante. É uma primeira tentativa, esperamos muito que dê certo porque adoramos fazer, nos divertimos muito e tentamos registrar tudo de bom que passamos nessa viagem pra compartilhar com quem gostamos.

No 4 Amigas e Um Vlog Viajante vão ter vídeos de nossas viagens, não só essa das ilhas mas as próximas que vierem também. Independente de estarmos as quatro juntas ou não, porque assim poderemos compartilhar mais e mais dicas de viagens com todo mundo.

Então vamos lá ao primeiro episódio: Sardenha. Dá o play aí e depois diz o que achou plis!

IMG_6613IMG_6671IMG_6594IMG_6456

#Trip Itália Rapidex

Olá povo lindo! Cá estou eu tentando tirar a teias de aranha que se encontram por aqui porque estou com milhões e milhões de coisas legais pra compartilhar tanto da faculdade quanto das viagens que tenho feito. Então, fora de ordem mesmo, resolvi postar primeiro a trip mais fresquinha.

Eu acabei de voltar de uma viagem bem rapidinha pela Itália. Foram só 6 diaszinhos passando por Milão, Verona e Veneza. Foi bem rapidinha porque a vida não tá (tão) fácil e eu tenho aulas que não posso ficar perdendo na faculdade e no curso de Styling que faço na Central Saint Martins.IMG_4701

Bom, a primeira parada foi Milão, onde estava tendo a semana de moda. No dia que chegamos teria desfile da Fendi, Prada, Moschino… Amor, né?! Ver a movimentação da cidade em plena semana de moda foi legal demais. Ainda mais porque tínhamos acabado de sair da London Fashion Week então deu pra comparar! Pra ser bem sincera, Milão não foi lá uma das minhas cidades favoritas. Eu esperava um lugar que respira e vive moda 24/7 e não é bem assim. Não sei ainda se não fomos aos lugares certos porque tivemos pouquinho tempo mas foi a impressão que tive.

O principal ponto turístico é a catedral que é realmente lindíssima! A principal galeria se chama Galleria Vittorio Emanuele, ela é maravilhosa e fica bem do lado da catedral. Nela encontramos algumas das super grifes como Prada, Gucci e Louis Vuitton. Atravessando a galeria você chega numa praça com o teatro Scala, que também é um dos postos turísticos da cidade. Três pontos turísticos quase no mesmo lugar. Achei Milão bem fácil de andar, tanto a pé quanto no metrô.IMG_4706

Em Milão comemos o sorvete mais magnífico que já comemos na vida, sério, sem palavras pra descrever. O verdadeiro gelatto italiano, na sorveteria Cioccolati Italiani. Ela fica bem na frente da lojinha que vende o Panzerotti (um pastel frito feito com massa de pizza e recheios variados, mas o tradicional é queijo com tomate) mais famoso da Itália. Ou seja, você come um (talvez dois…) panzerotti delícia e um gelatto de sobremesa, engorda uns 10kg nesse momento mas acaba o dia muito mais feliz.gastronomia

A segunda parada foi Verona. Pegamos um trem na estação central de Milão pra estação de Verona, durou quase 2h de viagem. Ah mas Verona! Verona é uma cidade bem pequenininha mas muito encantadora. Só casinhas antigas, coloridas e muito bem conservadas. Fiquei muito apaixonada pela cidade, pela simplicidade e beleza. Lá é tão pequenininho que você faz tudo a pé e, além de perto, é muito fácil de andar com um mapinha na mão.

Vale muito a pena comprar o Verona Card, ele custa 15 euros pra 24 horas, ou 20 euros pra 72 horas, e essa segunda opção que foi nossa escolha porque ficaríamos lá mais de um dia e queríamos ver tudo com calma. O Verona Card dá direito a você entrar em todos os pontos turísticos de Verona, casa da Julieta, igrejas, museus…

Todos os pontos têm seu charme e uma vista linda, vale a pena tentar conhecer todos. Meus preferidos acho que foram o castelvecchio, pela vista linda da cidade e da própria construção do castelo, e casa de Julieta, que apesar de não ter tanta graça por dentro, é muito legal ir na sacada, ver a estatua e mandar uma carta pra Jú. Ah, em Verona as pessoas são também as mais legais e atenciosas, parece que todo mundo ali é muito feliz e faz questão de te tratar super bem.IMG_4726IMG_4742IMG_4849IMG_4889IMG_4879IMG_5208IMG_5307

Ponto final da viagem foi Veneza, e foi a surpresa mais linda! Também fomos de trem de Verona para Veneza, durou mais ou menos 1 hora. Todo mundo tinha me falado meio mal de Veneza então já fui meio de má vontade, admito. Muita gente me falou que não era legal, que era tão pequena que um dia bastava por lá, que não valia a pena andar de gôndola e bláblá. Até tínhamos pensado em passar um dia só lá e nos outros dias ir pra Burano e Murano, mas deixamos pra resolver isso lá. Graças a Deus, porque desistimos desse plano por motivos de tão amor que Veneza é! Vale todos os minutinhos que você tem pra ela.

A cidade é um labirinto, sim, é muito difícil de andar por lá mesmo com mapas. Mas acho que isso é exatamente a graça de Veneza. Você se perde pelas ruelas simpáticas de lá, passando por todos os pedacinhos do canal e vai vendo tudo. Máscaras, macarrão e bolsas de couro por todos os lados desse labirinto. As casas não são tão bem cuidadas como as de Verona, mas não deixam de ter seu charme. O mais legal é que o canal passa por tudinho então quase todas as casas têm seu barco!
IMG_5345
IMG_5517DCIM100GOPROGOPR0810.IMG_5354IMG_5475

Nos primeiros dias fez sol e céu azul o que deixa tudo sempre mais lindo, né?! Foi quando aproveitamos pra andar de Gôndola! Como disse ali em cima, todo mundo tinha me falado que não valia a pena porque era muito caro, mas a gente queria muito então fomos e não achamos caro não porque éramos um grupo de quatro. Pegamos (sem querer) num horário estratégico, quase na hora do sol se pôr então as fotos no final do passeio, do gondoleiro sob o sol, ficaram lindas. Falando nele, que amor de gondoleiro que foi o nosso. Ele tentou cantar Garota de Ipanema, sacolejou a Gôndola pra fazer a gente rir espontaneamente na foto que ele ia bater nossa e contou várias histórias dos gondoleiros. Valeu cada centavo, o passeio foi incrível!

Além das famosas Gôndolas, Veneza tem outros pontos turísticos como a catedral e alguns museus, mas na minha opinião o mais incrível são as ruazinhas mesmo.

Já no dia de ir embora fez um tempo cinza e resolvemos ir as compras porque só íamos embora a tarde. Eu queria muito um chapéu de gondoleiro (o tio nosso gondoleiro tinha me dito a loja onde eles compravam o uniforme deles e eu queria exatamente esse, o original!), máscaras, bolsa de couro e macarrão, tudo que tinha de lá eu queria né. Devo dizer que comprar máscara em Veneza é uma missão muito difícil, porque como são taaaantas, você demora séculos pra escolher (né Mariana?).DCIM100GOPROGOPR0819.IMG_5444IMG_5494IMG_5546

Tudo comprado, hora de voltar pra casa. Pegamos em Veneza um ônibus de 20 mindinhos até o aeroporto Marco Polo e voamos de volta pra London. Devo dizer que a Itália é o paraíso gastronômico, se você está de dieta NÃO VÁ pra Itália! Provavelmente engordei uns 15kg, mas estou muito feliz. Agora de volta a rotina, de volta a dieta. Até semana que vem que a parada é em Portugal…

Turistando em São Paulo

Olááá! Quanto tempo ein gente?! Tirei férias do blog sem querer querendo, cheguei a pensar em desistir de escrever por aqui, mas aí de vez em quando batem umas ideias boas de compartilhar e a vontade de escrever volta. Enfim, sem desculpas dessa vez, vou tentar voltar e se não der certo…. Ah, vamos vendo.

Muitas coisas aconteceram nesse meu período de “break” do blog, dentre elas o meu aniversário! Fiz 19 aninhos mês passado (aka julho) e comemorei várias vezes, com muitas pessoas especiais e de maneiras diferentes. Fiz uma festa -farei um post com os detalhes-, saí cazamigas, viajei… Uma das viagens que eu fiz foi pra São Paulo, pra visitar minha família paulista e comemorar com eles.

Na verdade verdadeira, comprei minha passagem pra São Paulo por causa do festival “Next Generation Fest”, que teria All Time Low, 3OH!3, Breathe Carolina, entre outras bandas. Só que na semana do show, a produtora simplesmente resolveu adiar o festival pra dezembro! Mas como muitos de vocês já sabem, eu amooo São Paulo e resolvi ir de qualquer jeito.zIMG_6592

Enfim, dessa vez conheci alguns pontos da cidade que ainda não conhecia, fiz programas bem turísticos e conheci gente linda. Vamos ver minhas dicas?

Campos do Jordão

Assim que cheguei em Sampa, levei um baita susto com o frio que tava fazendo. Minha tia disse que não fazia tanto frio na cidade a não sei quantos anos! Por sorte minha, ou não, no dia que eu cheguei foi quando começou a esquentar um pouco. Bom, Cheguei na quinta a noite, na sexta fomos bater perna na rua 25 de Março (que eu amo ♥) e no sábado minhas tias resolveram me levar pra conhecer Campos do Jordão.

A viagem de carro durou pouquinho mais de 2h. Ficamos lá só um dia, chegamos por volta de onze da manhã e saímos de lá às dez da noite. Como fomos no final das férias de inverno, a cidade estava lo-ta-da. Eu não conhecia Campos do Jordão, fiquei apaixonada! Era tudo tão lindo, tão limpinho e preservado. Nós passeamos só ali pelo centro mesmo, nas lojinhas e restaurantes, mas se você puder passar o final de semana lá, vale a pena. Tem um teleférico, um passeio de bondinho, trilha na pedra do baú, e outras coisinhas que dizem ser bem interessantes.

A cidade é conhecida pelos seus casacos com preços baixos e chocolates maravilhosos. E realmente é assim! Ainda mais no final de férias, as lojas de malhas ainda estavam em liquidação. Compramos casacos de malha e de tricô super baratinhos e de uma qualidade absurda. Pra quem gosta de pêlo de animal, lá também vende muito (eu sou super contra, mas não vamos entrar nesse assunto polêmicoww). Os chocolates nem preciso comentar né?! Acho que voltei 5kg mais gorda!

– A malha que eu mais amei foi uma étnica que comprei na Malharia Vila Inglesa, saiu por R$65,00!

– E a loja de chocolates mais maravi de todas foi a Montanhês.

Ah, lá é ainda mais frio do que São Paulo, mas durante o dia tava um solzinho gostoso então dava pra aturar com um casaco de boa. A noite que pegou, a temperatura (que durante o dia era de 12°C) caiu pra 5°C!1084521_597581233596715_1264253203_oIMG_6561IMG_6581IMG_6584IMG_6573

Parque do Ibirapuera

Já fui zilhares de vezes pra casa da minha tia, que fica a uns dois quarteirões do parque do Ibirapuera, mas nunca tinha ido até lá. Dessa vez tomei vergonha na cara e fui conhecer o parque. Antes de conhecer eu não dava muito por ele não, achava que era só um parque e tal, mas me enganei e muito!

O parque do Ibirapuera é gigantesco (me perdi lá dentro). Tem várias saídas, três lagos enormes, é todo verde, tem um parquinho enorme para as crianças… Mas o que eu achei maneiríssimo é que o parque é super limpo, super bem conservado e tem placas de localização por todas as partes. Outra coisa que me chamou a atenção foram os bebedouros: Nenhum (dos que eu vi) estava depredado, e o bebedouro de cachorro é a coisa mais genial de todas! O dono aperta no botãozinho e a água cai numa espécie de tigela de pedra no chão!

Fui numa segunda feira de manhã, tava sol com friozinho. Vi muita gente caminhando, andando com cachorro, passeando de bicicleta…IMG_6602zIMG_6616z6138621122_b86975529d_o

MASP

Também só fui conhecer o museu de artes de São Paulo dessa última vez, o que é uma vergonha pra quem faz design né… Aproveitei pra conhecer o museu na terça feira porque é o dia da semana que a entrada é gratuita (dica!). O acervo do MASP é incrivelmente grande, com obras de importantes pintores, e épocas variadas, é lindo.

Além do acervo, estava tendo uma exposição de Lucian Freud. Admito que não conhecia o trabalho dele, “descobri” ele lá e fiquei encantada. Ele foi um pintor que nasceu na Alemanha, mas foi naturalizado britânico. Suas obras são basicamente de pessoas e animais que conhecia, amigos, familiares, amores… Enfim, vale a pena conferir porque são obras emocionantes e únicas.

Aos domingos, em baixo do MASP acontece uma feirinha de antiguidades, que eu não cheguei a ir, mas queria muito! Deixa pra próxima…zmasp-perto

Galeria do Rock

Ouvi tanta gente falando dessa tal de galeria do rock que quis ir lá pra conferir, sem saber direito o que era e onde era. E descobri que é o paraíso!!!

A galeria do rock é uma galeria (dã), um shoppingzinho que você encontra camiseta das bandas de rock mais “difíceis” de todas! Sabe aquela camiseta que você sempre quis de uma banda indie que ama mas não acha em lugar nenhum? Lá tem! Botons, CDs raros, mochilas, acessórios, bonés e até vinis, tem tudo das bandas lá! Fora que tem milhares e milhares de coisas dos beatles *-*

Os preços também são ótimos, as camisetas custam todas de R$20,00 a R$45,00! Comprei uma do The Kooks que já virou meu xodó, só tinha dela grandona, mas vou dar uma customizada com tesoura e em breve posto um look do dia com ela!

Também tem algumas lojas voltadas pra skate, mas eu nem entrei nessas…

Endereço Galeria do Rock: Rua 24 de Maio, 62 – Centro. Funciona de segunda a sexta, das 9h às 20h. Sábado, das 9h às 17h.zgaleria-do-rock-1

Extra: Na Mata Café

Eu ia voltar pro Rio na terça feira a tarde, mas troquei minha passagem pra quarta quando soube que teria show da banda 2 Reis lá na terça a noite no Na Mata Café.

Pra quem não sabe, 2 Reis é um grupo super recente, de Theodoro (Vocais) e Sebastião (Violão), filhos do Nando Reis, onde eles tocam músicas de toda a carreira do pai. A maioria das músicas que os meninos tocaram eram músicas que Nando Reis não está tocando atualmente em seus shows. O show foi maravilhoso, os meninos arrasam demais! Theo tem muita presença de palco e canta super bem (a voz é muito parecida com a do pai!) e o Seba tocava perfeitamente e era a simpatia em cima do palco. E o convidado especial da noite foi ninguém menos que o próprio Nando Reis!

No fim do show ainda falei com eles rapidinho, foram super simpáticos e disseram que queriam vir fazer um show aqui no Rio ainda esse ano! Será? Vamos aguardar.

O Na Mata Café é um barzinho com clima de balada (por que o nome é “café”???). A parte que o palco ficava era bem pequena, o que fazia todo mundo ficar bem pertinho dos músicos e a energia ser ainda maior. Amei!

Endereço Na Mata Café: Rua da Mata 70 – Itaim BibiIMG_6654IMG_6714

E essas são minhas dicas de Sampa!

Já escrevi aqui no blog a algum tempo atrás outras dicas, da outra vez que eu fui, se não me engano tem detalhes da 25 de Março e bairro da Liberdade. Alguém que conhece Sampa tem mais dicas boas pra dar? Deixem comentários por favor porque eu amo e em breve to voltando pra lá!

Obs.: Tem pouca foto porque eu não ia voltar a escrever, essas fotos aí foram tiradas pelo celular e não especialmente pro blog, então desculpem a resolução!

Obs.2: A foto do MASP e a da galeria do rock não são minhas, são da internet!

Viagem New York – Broadway

Voltei gente!!! E como eu tinha dito antes voltei com muitas coisas pro blog, tanto comprinhas para mostrar quanto dicas de lugares para ir, mas como são muuuitas coisas decidi ir dividindo por partes e essa primeira parte aqui vai ser sobre Broadway. Da outra vez que fomos a NY não tinhamos ido a nenhum espetáculo da Broadway e esse foi o único vacilo da viagem, então dessa vez fomos… Quem vai pra lá tem que assistir algum, vale muito a pena!!!

Bom, eu assisti a peça “How to succeed in business without really trying” (êita nome grande!) e minha mãe assistiu “Mary Poppins”.

  • How to Succeed in Business Without Really Trying

    Devo admitir que fui ver essa peça só por causa do Nick, se não fosse ele nunca que eu ia me interessar por uma peça com esse assunto. Mas me surpreendeu, a peça em si é muito legal mesmo!!! A peça conta a história de Finch (personagem principal, interpretado por ninguém menos que Nick Jonas), ele é um limpador de janelas que encontra um livro chamado How to Succeed in Business Without Really Trying, que dá passo a passo dicas de como ser bem sucedido. Finch vai seguindo as dicas do livro e rapidamente consegue estar em um cargo altíssimo na empresa. No meio disso aí vão acontecendo outras coisas e outros personagens aparecem, como Bud, que trabalha na empresa só porque é sobrinho do chefe mas ninguém gosta dele, e Rosemary, uma secretária que gosta de Finch. A peça é muito engraçada, mas pra sacar as piadinhas tem que saber inglês né?

    Quando termina, Nick volta pro palco pra falar de caridade, diz que um poster autografado por todos do elenco será vendido por US$1.000,00 para a caridade e faz um pequeno leilão com sua gravata (foi vendida por US$1.100,00! O:).

    Eu adorei a peça e amei o Bud hahaha mesmo ele sendo o chato, o contra o nick e tal ele é muito fofooo e super engraçado! No final da peça os atores saem pra dar autógrafos e tirar fotos com fãs. Consegui realizar o meu maior sonho, conheci o nick!!!!!!! Fiz um texto sobre isso que vocês podem ler aqui (:

  • Mary Poppins

    Eu não vi Mary Poppins, quem viu foi minha mãe então o que vou escrever aqui foi o que ele disse, ok?

    A história é a mesma do filme da disney: O banqueiro Mr. Banks, um homem frio que trata com rigidez Jane e Michael, seus filhos sapecas, não consegue contratar uma babá, pois elas desistem facilmente do emprego. Numa noite, enquanto redigia com sua esposa um anúncio de jornal procurando uma babá, sua filha Jane aparece com uma carta mostrando como seria uma babá perfeita. Esta carta acaba chegando nas mãos de Mary Poppins, que é tudo aquilo que está descrito na carta. Mary Poppins possui poderes mágicos e, com seu amigo faz-tudo Bert, transforma a vida daquela família, com muita música, magia e diversão. Depois de “consertar” a casa, Mary Poppins vai embora e vai ajudar uma outra família.

    A produção do show é incrível!!! Cenários, figurinos, fogos, luzes, pessoas voando, outras andando pelas paredes… Muito emocionante, lindo demais, vale super a pena assistir!

  • Comprar ingressos com antecedência?

    Nããão!!! Não é preciso comprar ingresso aqui do Brasil e eu vou explicar o porquê. Eu sou muito fã de Jonas (ok vocês já entenderam isso) e eu não queria deixar de ver HTS de jeito nenhum, então ia comprar aqui do brasil pelo site da broadway. Pra ficar na orquestra, que foi onde eu fiquei, o ingresso sairia por US$171,00, mas meu pai me enrolou e acabei deixando pra comprar lá, morrendo de medo de não conseguir né.

    Chegando lá fui nas cabines da Tickets. Sabem aquela escadaria vermelha bem no meião da Times Square? Então, atrás da escade é o Tickets. Lá você vai no dia do espetáculo, só que um pouco mais cedo e compra ingressos MUITO mais baratos, o HTS por exemplo tava com 40% de desconto. Porém, a fila tava imensa (tá sempre imensa, tem que ter paciência hein) e como eu ia numa sexta achei que ia esgotar, então fui até o teatro comprar o preço inteiro mesmo pra não arriscar. Na bilheteria oficial do teatro comprei meu ingresso na orquestra que eu queria, fiquei na quinta fileira e bem no meio, pagando US$132,00! Já minha mãe decidiu esperar na fila do tickets mesmo e comprou o dela na segunda fileira bem no meio por só US$62,00!!!

    E vocês, já foram a broadway? Alguma dica de espetáculo?

A caminho de NYC

Mais um post inútil e informativo, sorry guys! Dessa vez para avisar pra vocês que daqui a pouquinho to indo pro aeroporto a caminho do melhor lugar do mundo inteiro: New York, e não levarei meu notebook, então talvez fiquem uns diaszinhos sem mim ): Masss meu irmão querido vai comprar notebook novo lá então eu talvez consiga postar alguma coisa mais simples, como look do dia. Pois é, esqueci de avisar que vou começar a fazer alguns looks do dia!Como alguns de vocês que me conhecem devem saber, New York é meu lugar preferido em toda a face da terra. Não adianta virem me falar “não é como nos filmes”, “não é tão bom assim”, “lá não tem nada de especial” e etc, já fui outras vezes e nada nem ninguém vai me fazer mudar de opinião. I ♥ NY

Ainda não tinha feito o post de viagem para NY porque tava esperando ir agora pra voltar com mais dicas do que da outra vez. Prometo voltar com muuuitas coisas novas de moda e maquiagem pra mostrar pra vocês, dicas de lugares para ir, show da broadway para assistir e por aí vai!

Aaah e torçam muito pra eu conseguir encontrar com o Nick e com o one direction hein, serei a pessoa mais feliz do mundo! hahaha Beijinhos e boa viagem pra mim! (: Qualquer coisa estarei no twitter: @daphneramos

“New York is the place of opportunities. If there’s any place in this world that you want to come to, to be able to make it big or to go after your dreams, it’s New York City.” – Barbra Streisand

Viagem: João Pessoa

Agora nas férias tá meio difícil de ficar atualizando o blog toda hora, mas eu prometo tentar mais! Voltei de João Pessoa, na Paraíba com muitas dicas pra quem pretende ir pra lá!

João Pessoa é uma cidade na paraíba, chamada também de Jampa, JP, John People, e por aí vai.. Também é conhecida por “Porta do Sol”, pelo fato de ser lá a Ponta do Seixas. Ponta do Seixas é o ponto mais oriental das Américas, então é lá onde o sol nasce primeiro. Jampa é muito limpa e organizada, os carros param quando o pedestre quer atravessar e você quase não vê lixo nas ruas. É também a segunda capital mais verdo do mundo, perdendo apenas pra Paris!

Hotel: Bom, fomos convidados para ir pra lá para testar o hotel do SESC que acabou de ser inaugurado, e obviamente fomos né? Chegamos lá no dia 30, por volta das 15h e fomos conhecer o hotel. Só tinham, fora os nossos, uns três quartos sendo usados, porque eram só os convidados, então o hotel tava bem vazio e praticamente só nosso! Muita gente acha que SESC é ruinzinho, desarrumado e pimba (até eu achava isso antes hehe) mas não é não. Eu já fui pra vááários SESCs no Brasil todo e o de João Pessoa é o mais chique e arrumadinho que eu já fui! Não é muito grande mas é lindinho, os quartos são grandes, tem duas piscinas (uma grande e uma pequena), salão de jogos, academia, bar, brinquedoteca.. e é literalmente em frente a praia! Enfim, é muito bom, recomendadíssimo! Ah e é muito pertinho da ponta do seixas.

Continuar lendo “Viagem: João Pessoa”

Viagem: Chile

O Chile é aquela tripa costeira na América do Sul, e faz fronteira com o Peru, Bolívia e Argentina.. Mas eu não to aqui pra dar uma aula sobre o Chile, to aqui pra dar dicas de viagem! Então, fui em Junho pra Santiago, Viña Del Mar, Valparaíso e Valle Nevado. Não fiquei muito tempo no Chile, mas fiquei tempo suficiente, já não aguentava mais! Deve ser pelo fato de não gostar nem um pouco de espanhol.. Todas as vezes que eu ouvia um “hola”, dava vontade de socar o ser ¬ mas também não vim reclamar..

Bom, ficamos hospedados em um apartamento super arrumadinho, tipo um apart-hotel, sabem? É um apartamento só que tinha serviço de quarto, tipo de hotel. E é muito bem localizado (se quiserem o nome e preços me mandem email), tem um supermercado bem do lado, encostado! Não alugamos carro, tudo é facilmente acessível por metrô ou taxi (que não é caro!). Comer lá é super tranquilo, nada de muito estranho..

Começando por Santiago e Valle NevadoA cidade de Santiago é fofíssima, é limpa, e as pessoas foram super-ultra-mega simpáticas e gentis com a gente. Gostei do zoológico de Santiago, que fica em cima de um morro, você tem que pegar uma espécie de trenzinho pra subir, mas é muito legalzinho. Nas praças você vê lhamas, e pode tirar fotos com elas *-* amei isso hehe mas Atenção: Elas cospem!!! Oo sério..

Dica de restaurante: Como água para chocolate. Esse restaurante é ma ra vi lho so! Não é muito barato mas vale a pena. E você não pode voltar do Chile sem tomar o Pisco, é a caipirinha deles, achei bem gostosinha e depois descobri que era feito de clara de ovo :p

O museu de artes de Santiago (esse aí da foto) é lindíssimo por fora, e insuportável por dentro! Você não precisa pagar pra entrar, paga se quiser, então não pague porque não é legal ¬ Os shoppings são maravilhosos!!! São grandes e você se acha fácilmente lá.. As lojas de departamentos (ícones) deles são a Paris, Falabella e Ripley, vale a pena conferir, são muito boas, grandes, tem todos os estilos e preços ótimos! Continuar lendo “Viagem: Chile”